Provérbios 7.1-3


O capítulo sete de provérbios é direto em seu propósito: “siga meu conselho”. Com uma indicação no imperativo, Salomão discorre sobre a obediência aos mandamentos do Senhor, e traz algumas instruções:

  1. “Guarde como um tesouro” - Guardamos como um tesouro somente aquilo que para nós tem alguma relevância, ou ocupa algum lugar de importância. Guardar os mandamentos como um tesouro é exatamente isso: deixar de olhar a obediência como um fardo, e passar a protegê-la como algo de muito valor.

  2. “Cuide de minhas instruções como da menina de seus olhos” – Cuide com todo o cuidado possível. Cuide como quem cuida de alguém que ama verdadeiramente. A expressão “a menina de seus olhos” não deixa dúvidas: as instruções do Senhor são de fato preciosas!

  3. .“Amarre-as aos dedos como uma lembrança” – Mas afinal, se a obediência é como um tesouro, e as instruções do Senhor são preciosas, por qual motivo existe a necessidade de “amarrar uma fita” para que nos lembremos de algo tão valioso? Salomão sabia uma verdade preciosa: obedecer não é natural para nós.

Nossos desejos pecaminosos revelam que nosso coração é carente da Graça de Deus, e que não nos é natural obedecê-lo. Somente por meio dEle podemos nos apartar do pecado e fugir dos caminhos tortuosos da desobediência. Nosso Deus sabia que nossos desejos nos levariam para a morte, e pelo seu sacrifício nos livrou dela. Por isso, guarde, cuide e lembre-se dos seus mandamentos. Nosso coração pecador pode ser transformado pelo poder do nosso Salvador!

“A constância da obediência provém de Deus, e é gerada no coração.”


Oração: “Senhor, me ensina a guardar os seus mandamentos, cuidar das suas instruções e a obedecê-las com fé e perseverança. Perdoa os meus pecados e por meio da tua Graça, transforma o meu coração. Amém!”.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo