• Rosangela da Cunha

O que estamos pedindo?

Numa noite dessas nesse tempo de quarentena, demorei a pegar no sono e algumas lembranças começaram a passar na minha mente. Me veio à lembrança, quando eu tinha uns nove anos mais ou menos e morava em um colégio interno na cidade de São Paulo (sou Paranaense). Me lembrei que toda noite antes de me deitar, me ajoelhava na beirada da minha cama e pedia para que eu tivesse minha família de volta. Pra dizer a verdade, não me lembro como eu pedia, só me lembro que era isso que eu pedia. Ao me recordar disso, uma pergunta não saía mais da minha cabeça:


O QUE ESTAMOS PEDINDO?


Isso me trouxe uma curiosidade a respeito dos discípulos que andavam com Jesus e fui buscar então, o que é que eles pediam para Jesus. Encontrei em Lucas 11.1 os discípulos pedindo a Jesus que os ensinassem a orar, como João ensinou os discípulos dele. Os discípulos viram Jesus fazer maravilhas, curas, multiplicação de alimento, mas eles pediram pra Jesus ensiná-los a orar.

Em Lucas 9.46, os discípulos discutiam quem seria o maior no Reino de Deus, demonstrando que o olhar e a perspectiva deles estava no futuro, no Reino, na Eternidade com Cristo. Fiquei então pensando... onde está minha perspectiva? O que tenho pedido tem o foco só na necessidade do momento presente, ou na eternidade com Cristo? Meus pensamentos continuaram...


Interessante que em Atos 3.6, Pedro e João estavam se encaminhando ao templo chamado Formosa, para oração onde um coxo estava a porta pedindo esmola. Pedro diz: “não tenho ouro nem prata, mas o que tenho, isso te dou: em nome de Jesus Cristo o Nazareno, anda”. Eu sempre me impressiono com esse versículo. O que eu tenho pedido, para poder oferecer? Isso acaba me trazendo a memória o pedido de Salomão. Em I Reis 3.10, ele pede sabedoria e conhecimento ao Senhor, para poder conduzir seu povo. Maravilhoso pedido!


Será que não estamos presos demais às necessidades terrenas, ao bem estar e prazeres que temos aqui, nos esquecendo da eternidade que teremos com Cristo? Será que não estamos priorizando as coisas terrenas? Mateus 6.19 – 34. Sigo refletindo nisso...


Eu não estou dizendo com isso, que não podemos pedir por nossas necessidades ou pelas necessidades dos nossos irmãos. Devemos sempre orar uns pelos outros.

Minha reflexão e minha oração, é que como representantes de Cristo, nosso foco esteja no SEU Reino. Que os nossos pedidos também estejam relacionados e alinhados com SEU Reino e para a SUA Glória.

Que o Senhor siga em nos abençoar.

“Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6.33)


No amor do MESTRE JESUS.

Ah...só lembrando que as minhas orações quando criança, foram respondidas. Eu estava por volta dos 16 anos. (Reencontrei meus pais e irmãos) A ELE a Glória para sempre. Amém!


0 visualização
SOBRE NÓS

Nossa igreja é a sua igreja. Existimos para glorificarmos a Deus juntos.

LOCALIZAÇÃO

(13) 3237-1846

 

Av. Sen. Pinheiro Machado, 624

Santos/SP - CEP 11075-002

CONECTE-SE