October 9, 2019

May 27, 2018

Please reload

Posts Recentes

Todos querem ir para o céu, mas ninguém quer morrer

August 13, 2019

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

Pai Bíblico

 

 

 

Dizem que a cerimônia de casamento é um prenuncio do papel secundário do homem nas relações do casamento. 

Ledo engano. De fato, no dia da cerimônia os holofotes estão voltados para a noiva, mas, jamais nos esquecemos do papel de liderança estabelecido por Deus ao homem dentro do lar. (1 Corintios 11:3; Efésios 5:23). Isso inclui o papel de ser um bom pai.

Obviamente que as receitas prontas não existem. Mas, a palavra de Deus descreve detalhadamente, não apenas o papel, mas a importância e como devemos desenvolver nosso papel como pais a fim de que atinjamos o esperado por Deus.

Gosto muito de pensar na questão meditando na Shemá em Deuteronômio 6. Lá, Deus claramente dá o “caminho das pedras”, quando diz: “Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças”. Um pouco antes de apontar o amor como caminho perfeito, Deus diz que este caminho deve ser transmitido de pai para filho, de geração para geração: “Desse modo vocês, seus filhos e seus netos temerão ao Senhor, o seu Deus, e obedecerão a todos os seus decretos e mandamentos, que eu lhes ordeno, todos os dias da sua vida, para que tenham vida longa. ” (Deuteronômio 6:2).

E para que não nos percamos no caminho, o próprio Deus nos sinaliza como sermos pais ideias. O profeta Isaias, ao profetizar o amor do Pai, na pessoa do cordeiro Jesus Cristo, culmina sua profecia de maneira a nos comparar como filhos moldados carinhosamente pelo oleiro: “Contudo, Senhor, tu és o nosso Pai. Nós somos o barro; tu és o oleiro. Todos nós somos obra das tuas mãos. ” (Isaías 64:8)

Por isso, cabe a cada um de nós pais, o dever de nos esforçarmos para, mesmo que dentro de nosso estado de imperfeição, imitemos Àquele que é perfeito, O Pai Nosso.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Siga