SOBRE NÓS

Nossa igreja é a sua igreja. Existimos para glorificarmos a Deus juntos.

LOCALIZAÇÃO

(13) 3237-1846

 

Av. Sen. Pinheiro Machado, 624

Santos/SP - CEP 11075-002

CONECTE-SE
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey YouTube Icon

October 9, 2019

May 27, 2018

Please reload

Posts Recentes

Todos querem ir para o céu, mas ninguém quer morrer

August 13, 2019

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

Passagem

 A páscoa é uma festa originalmente judaica. Os cristãos passaram a comemorar a páscoa, pois, exatamente durante suas celebrações que Jesus Cristo fui crucificado e ressuscitou.

Quando Deus libertou o seu povo da escravidão do Egito, lançou sobre os egípcios dez pragas. Na última delas, todo hebreu deveria sacrificar um cordeiro e aspergir o sangue do animal nos umbrais das portas da casa. O anjo do Senhor ao passar pela casa, mediante o sinal visível do cordeiro, pouparia a vida do primogênito (filho mais velho) da família.

Com isso, a última praga marcou a morte de todos os primogênitos das famílias dos egípcios, já que eles não fizeram o mesmo que os hebreus.

Assim que saíram do Egito, celebraram a páscoa, comemorando o livramento do anjo do Senhor que “passou por sobre” os umbrais de suas portas e poupou seus filhos.

Muitos anos depois, um cordeiro é trazido à Jerusalém, Jesus Cristo. Assim como descrito nos rituais de sacrifício das leis cerimoniais, não tinha mancha, defeito, pecado. Mas, se fez sacrifício por nós pecadores.

Numa Cruz, enquanto os que o rejeitaram cinicamente comemoravam a páscoa, o cordeiro teve o seu sangue aspergido no madeiro. “O Sangue de Jesus nos purifica de todo o pecado” (1 João 1:7).

Para estes, a páscoa não teve sentido algum. Foram para casa sem qualquer diferença em suas vidas. Para nós, esta páscoa tornou se transformadora. O cordeiro entregue em nosso lugar nos livrou da morte. Ganhamos vida, ganhamos sentido, ganhamos Pai, ganhamos salvação, ganhamos eternidade.

Por isso, celebramos a páscoa. Sabemos a razão da festa. Essa festa nunca acabará.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Siga