SOBRE NÓS

Nossa igreja é a sua igreja. Existimos para glorificarmos a Deus juntos.

LOCALIZAÇÃO

(13) 3237-1846

 

Av. Sen. Pinheiro Machado, 624

Santos/SP - CEP 11075-002

CONECTE-SE
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey YouTube Icon

October 9, 2019

May 27, 2018

Please reload

Posts Recentes

Todos querem ir para o céu, mas ninguém quer morrer

August 13, 2019

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

Algumas contribuições da reforma

 

 

Temos visto nas últimas pastorais os efeitos da Reforma protestante na igreja e no mundo. Hoje, meditaremos em mais duas questões relevantes acerca da reforma protestante.

A primeira dela é o livre acesso as escrituras. Sabemos que a imprensa foi inventada por Johann Gutemberg em 1430. O que poucos sabem é que o primeiro livro a ser impresso foi a Bíblia. Isso mesmo. Lutero em 1522 traduziu a Bíblia do Latim para o Alemão.  Até então, as poucas cópias que circulavam pela Europa eram e Latim. Praticamente inacessíveis ao povo.

A reforma ´protestante propiciou Bíblias na língua do povo de origem de Lutero. Rapidamente caíram nas mãos, inclusive, de camponeses.

Ter acesso às escrituras é fundamental para a fé de todo àquele que crê em Jesus. Afinal, “a fé vem pelo ouvir, ouvir a palavra de Deus”. (Romanos 10:17).

Outro avanço trazido pela reforma protestante foi a vida em comunidade dentro do cristianismo.

Antes da reforma, alguns grupos cristãos já lutavam e desfrutavam por um estilo de vida semelhante ao que encontramos em Atos 2, descrevendo a maneira como a igreja primitiva experimentava de comunhão extremamente benéfica.

Entre os grupos pré-reforma, citamos os Anabatistas. Com o advento da reforma, a igreja que nasceu viveu de maneira semelhante, inclusive no quesito repartir com o próximo o que tinha, visando o bem comum.

Genuinamente a reforma buscou resgatar essa vida em comunidade, aspecto imprescindível no verdadeiro cristianismo.

Um lema da igreja reformada é: Igreja reformada, sempre reformando. De fato, precisamos continuar uma verdadeira reforma. Jamais nos permitindo distanciar dos valores eternos descritos nas escrituras. Por isso, continuemos caminhando...

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Siga