SOBRE NÓS

Nossa igreja é a sua igreja. Existimos para glorificarmos a Deus juntos.

LOCALIZAÇÃO

(13) 3237-1846

 

Av. Sen. Pinheiro Machado, 624

Santos/SP - CEP 11075-002

CONECTE-SE
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey YouTube Icon

October 9, 2019

May 27, 2018

Please reload

Posts Recentes

Todos querem ir para o céu, mas ninguém quer morrer

August 13, 2019

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

Quantas verdades existem?

28/06/2017

Quantas verdades existem? Mais do que uma? Parece que nós crentes estamos nos perdendo nesta resposta.
Há um crescente diálogo inter-religioso. A "desculpa" para isso é que a religião ao longo da história tem sido causadora de muitas guerras e mortes.
De fato a religião ao longo dos anos tem servido como desculpa para que se mate. Muito antes do cristianismo surgir, cada império dominante possuía uma religião, que por sinal deveria ser absorvida pelos povos dominados. Se o dominado não cresce no deus do povo dominante, deveria ser sumariamente executado. 


Quando Jesus veio a este mundo, atrelados à justiça estavam o amor e a paz. No entanto, mesmo o cristianismo serviu como pretexto para a guerra. Na época das cruzadas, não havia apenas o intuito de defender Jerusalém, a cidade sagrada, dos inimigos. Havia o desejo da conquista. Do século XII em diante, quando muitos começaram a se rebelar contra a igreja oficial por não entender que esta preservava as verdades contidas nas escrituras, muitos acabaram perdendo suas vidas. Que o diga Pedro Valdo. Com o advento da reforma, católicas mataram protestantes (pesquise sobre a Noite de São Bartolomeu), protestantes também usaram de violência, inclusive matando protestantes que divergiam. 
Mas, tirando esses episódios que nos denigrem, se não crermos que a Bíblia descreve as verdades do único de Deus, tudo ao nosso redor é em vão. Seria o mesmo que afirmar que qualquer deus hindu tem a mesma função que o nosso Deus, que se tornou homem, veio a este mundo e morreu como um sacrifício no lugar de toda a humanidade.
É nisto que cremos? Eu não. De maneira alguma. Corro o risco de ser lido pelos que pensam diferente e ser tachado de fundamentalista, retrógrado, mente tacanha.
Prefiro crer no que disse Jesus: "Eu sou o caminho a verdade e a vida, ninguém vem ao pai senão por mim" (João 14.6).


Diálogo inter-religioso? Sim. Devemos tratar com amor e seguir em paz com todos. Aliás, isso é mandamento bíblico. Mas, não posso dizer a um muçulmano que ele está certo e que continue crendo no seu deus que obterá salvação. Não posso dizer a um espirita que continuem crendo na reencarnação e obtenha o consolo em conversar num centro espírita com ente queridos já falecidos. Não posso abraçar um índio e adorar ao deus sol com ele. Pois o sol é apenas mais uma das criações do Deus que eu creio. Único e verdadeiro.
É assim que eu penso. É assim que eu creio. O resto não é verdade. O resto é mentira. Mentira inventada por homens, muitos, inclusive, tidos por sábio neste mundo e até mesmo entre nós.


SÓ HÁ UM DEUS. SÓ HÁ UM CAMINHO. NISTO CREMOS.

 

Do seu pastor, Sidney Roberto.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Siga